sexta-feira, outubro 04, 2013

Tribo Perdida de Israel na Papua Nova Guiné? - Mito Detonado!


Antes de tudo assistam o vídeo (Caso ainda não o tenha):


Bom pessoal. Já deu! Não aguento mais receber e-mails  e mensagens no Facebook, sobre um suposto vídeo de uma “Tribo Perdida de Israel” cantando o Shemah (Shemá) na Papua Nova Guiné. Quando eu vi o vídeo pensei comigo mesmo: “Isso é fake”.

Mas como eu sei que é fake? Elementar meus caros leitores. Desde quando uma tribo que se perdeu há milênios, cantam o Shemah com melodia ashkenazi? Outra coisa, por que eles cantam em hebraico com sotaque americano? Hein? hein? hein?

Comecei a fuçar pela internet. E não foi nada difícil descobrir a fonte original do vídeo. A postagem mais antiga desse vídeo está no Canal do You Tube de um cara chamado Jacob Damkani (Também encontrei sites onde ele usa o nome em hebraico de Yakov Damkani). Bom, até aí nada demais, até por que, nunca havia ouvido falar nesse camarada. Na descrição do vídeo ele dá uma explicação mais detalhada sobre seu vídeo:

Viemos para Papua Nova Guiné e encontramos um amor genuíno e real para Israel. Isto foi somente possível através do poder do Evangelho. Inacreditável!!! Eles disseram que foi a primeira visita de “Judeus Messiânicos” lá. Isto é o que o Evangelho está fazendo aos gentios: Eles amam Israel! Eles cantam aqui: “Shemah Israel...” – Ouça Oh Israel... Este clipe foi feito em uma vila "Jambitange".    

Original em inglês: We came to Papua New Guinea and found a real, genuine love for Israel. This is only possible through the power of the Gospel. Unbelievable!!! They said it's the first visit of a Messianic Jew there. This is what the Gospel is doing for Gentiles: they love Israel! They sing here: 'Shma Israel..." - Hear o Israel... This clip was done in the village "Jambitange".
Se quiser visitar o canal do sujeito, clique aqui. 

Fucei mais um pouco e encontrei que outro blog chamado new2torah.com. O autor do blog, postou o vídeo do Yakov/Jacob Damkani. E no post do blog, o autor disse que teve quase lágrimas nos olhos, pois ele e sua esposa passaram anos em uma missão na Papua Nova Guiné e... Opa!... Opa, opa, opa! Mas, pera lá!?... Missão?! Como assim missão?! Com certeza não é uma missão judaica, pois o judaísmo não faz proselitismo. Simplesmente, não está na agenda judaica sair convertendo pessoas no mundo todo para o judaísmo. Logo, se não foi uma missão judaica (por motivos óbvios), quem estaria por traz dessa missão?
Chafurdei a internet por mais algumas horas e descobri em um blog chamado “Clame pela Noiva(!)” que jogou uma luz sobre este tema. Segundo o blog, os responsáveis pela missão foi uma instituição chamada New Tribes Mission (Missão Novas Tribos).  Essa ONG tem como objetivo, converter tribos sem contato com a civilização de todas as partes do mundo para o cristianismo, inclusive tribos aqui no nosso querido e amado Brasil varonil (vide link). Então, é a New Tribes Mission responsável por ensinar a tribo a cantar o shemah com melodia askhenazi e sotaque americano.

Acima: Site oficial do New Tribes Mission.


 Acima: O autor do blog News2Torah disse que teve quase lágrimas nos olhos, pois ele e sua esposa passaram anos em uma missão cristã na Papua Nova Guiné
Acima: Jacob Damkien responde ao blog New2Torah que ele foi quem filmou o vídeo pessoalmente.

Revendo o que eu achei até agora, descobri que um tal Jacob Damkani, foi para a Papua Nova Guiné e filmou uma tribo recitando o Shemah. Essa tribo aprendeu o Shemah de um grupo missionário cristão chamado New Tibes Mission. Caso encerrado? Claro que não.

Munido dessas informações, basta agora saber como esse vídeo se tornou viral a ponto de muita gente acreditar que essa tribo é uma das tribos perdidas de Israel. Na minha pesquisa, descobri que simplesmente, outras pessoas copiaram o vídeo do Jacob Damkani e o renomeou com nomes que acabaram induzindo muita gente ao erro com nomes sugestivos como: “Tribo Perdida de Israel na Papua Nova Guiné”. Teve até um sujeito que teve a pachorra de renomear o vídeo com o nome: “Tribo Perdida na África”(!), Gente dá África? Basta olhar para o biótipo dos caras para ver que eles não são da África! Continuando, o vídeo acabou tendo uma salada de nomes. Por isso, pessoas acabam (de boa fé) compartilhando esse vídeo pois realmente acreditando em ser tratar de uma das Tribos Perdidas de Israel. Caso encerrado? Não ainda falta um fio solto.

Não poderia terminar com algo que me deixou curioso. Quem é esse tal de Jacob Damkani? E o que pelos mil trovões, ele estava fazendo no meio de uma tribo que canta em hebraico nos confins da Papua Nova Guiné?

A resposta foi fácil de achar. Esse Jacob ou Yakov ou sei-lá-mais-o-quê Damkami - Pelo que descobri - Nasceu em uma família judia em Israel. Mas chutou o pau da barraca e não queria saber de ir para a sinagoga. Viveu uma “vida loka” até os 22 anos foi para os Estados Unidos e se tornou cristão,  mudando radicalmente sua vida e deixando para traz uma vida de pecados. Com o tempo ele entrou no movimento dos “Judeus Messiânicos” (Vale lembrar que judaísmo messiânico não existe. Basicamente é cristianismo de kipá). Passaram-se alguns anos e ele fundou a igreja Trumpet of Salvation e ficou milionário (óbvio).

Acima: Site oficial da igreja de Jacob Damkani.


Sua missão na Papua Nova Guiné foi simples. Ele está se aproveitando do trabalho de décadas feito pelos missionários cristãos protestantes e agora ele está semeando o “judaismo messiânico” pelas tribos de lá. Basicamente as missões protestantes fizeram todo o trabalho árduo de converter as tribos “pagãs” ao cristianismo, e o Jacob Damkani está se aproveitando na cara dura e estabelecendo sua igreja com tudo prontinho. Espertinho esse Jacob.

Para terminar, peço a você meu caro leitor, ao momento que alguém te mandar esse vídeo dizendo que é de uma das tribos perdidas, mande o link desse blog como resposta.

 E o último mistério desse vídeo:


Aonde esse cara conseguiu esses óculos????


13 comentários:

  1. rsrrsrsrs...texto mto legal...não m'acabo de rir aki...esse óculos de camaleão-ostra serão a próxima moda do funk 2014...podemos divulgar o style e ganhar money com isso...

    ResponderExcluir
  2. Parece mais com os óculos de bronzeamento artificial! rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. RAPAIZ esses missionarios são criativos hein, esse design de oculos será a nova febre no verão carioca rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkk muito bom mesmo cara, você é um grande detetive, é tipo o Batman...brincadeira, parabéns pela investigação bem sucedida, e obrigado por disponibilizar seu tempo para detonar esse mito que vem causando uma grande confusão na internet...valeu mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Gostei do "cristianismo de kipá"...é isso mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pela pesquisa! E obvio que as tribos perdidas não falam mais hebraico. Agora a duvida, que língua elas falam ? Japones? Português? Espanhol? Línguas africanas? Línguas asiáticas? Não importa, mas essas tribos estão voltando! Estão seguindo o ETERNO, guardando o shabath etc... Ignorem o Judaísmo messiânico e não liguem para quem quer seguir o Eterno ou não. Não e de vocês a responsabilidade de traze-las de volta, essa responsabilidade e do Eterno e ele está fazendo isso usando o cristianismo e os "falsos judeus que creem em yeshua"(incluindo os 1.5 milhões de ortodoxos em Israel) então não liguem ou melhor não encham o saco! Benditos sejam vocês! Shalom

    ResponderExcluir
  8. Tanto o “Crescente fértil” como a Pérsia, eram habitadas des da pré-história...
    E para provar que as lendárias 12 tribos de hebreu, não passam de uma fraude, onde se usa o nome dos 10 filhos de Jacó, mais os nomes dos 02 filhos de Yosef; e que seriam as tribos de Rubens, Simeão, Levi, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Nafatali, Benjamim, Manasses, e Efraim.
    Pois no passado tanto a Cabala como os antigos usavam o número 12 para determinar os MESES do ano, para contar as HORAS do Dia solar, contar usando a base 12 (uma Dúzia), determinar quais seriam os PECADOS IMPERDOÁVEIS, produzir as LEIS que serviram de base para a humanidade, indicar a IDADE em que a maturidade começaria, determinar o número de Anjos, e para embelezar as narrativas religiosas.

    Basta lembrar que por volta de 1800 A.C. quando o José do Egito (filho de Jacó e Raquel) abriu as portas do Egito para os flagelados pela seca que devastou o Oriente; além da família de Jacó, também outros hebreus foram morar no Egito...

    Em torno de 1520 a.C. quando os Hicsos se tornaram números, e o Faraó Amósis I expulsou os Hicsos do Egito; as 12 tribos hebraicas não existiam...
    Em 1010 a.C quando Saul se tornou o primeiro Rei dos hebreus, as 12 tribos não existiam...
    Após a morte de Salomão em 926 a.C. os hebreus se dividiram em apenas 02 tribos que foram à tribo do Norte liderado por Jerobaão, e a do Sul, ou Judá, liderada pelo filho de Salomão, Reoboão.

    Após 539 a.C. e o retorno do cativeiro babilônico os hebreus voltaram a ser uma única tribo, voltaram a ter um único Rei, e voltaram a cultuar um único Deus.
    Mais após a construção do Segundo Templo os judeus se dividiram em 03 grupos:
    Os Saduceus, os Fariseus, e os Essênios.

    ResponderExcluir
  9. Legal, o nome dele (jacob) significa "usurpador"no hebraico; é o que ele esta fazendo lá na Papua.

    ResponderExcluir
  10. Legal, o nome dele (jacob) significa "usurpador"no hebraico; é o que ele esta fazendo lá na Papua.

    ResponderExcluir